Sensibilizada pelo desejo de construção, difusão e afirmação de conteúdo brasileiro original, a Grafo cria e realiza produções audiovisuais para todas as plataformas.

Grafo Audiovisual produziu os filmes: Deserto Particular (Prêmio do Público na Giornate degli Autori Veneza, indicado brasileiro ao Oscar), Ferrugem (Sundance – EUA, Melhor Filme Festival de Gramado), Para minha amada morta (7 prêmios Festival de Brasília, Zenith de Prata em Montreal – Canada, San Sebastian – Espanha), Jesus Kid (3 prêmios em Gramado), Circular (Festival do Rio), A gente (Prêmio da ONU no Dok Leipzig – Alemanha), Zona Árida (Menção Especial no Dok Leizpig – Alemanha), A mesma parte de um homem (Prêmio Helena Ignez na Mostra de Tiradentes), Jesus Kid (Gramado), Pátio (Cannes – França), O Estacionamento (Melhor Curta Festival do Rio), A Fábrica (Oscar shortlist, Menção Especial Clermont Ferrand – França), Ainda Ontem (Clermont Ferrand – França), Tarântula (Veneza – Itália). Produziu a coprodução Portugal-Brasil-Moçambique Avó Dezenove e o Segredo do Soviético e o longa Nunca Nada Aconteceu (Portugal-Bélgica-Brasil). Neste momento está finalizando um curta e dois longas-metragens, assim como prepara as gravações de uma série infantil. Ao todo as produções realizadas chegaram aos 5 continentes através de mais de 300 festivais e 200 prêmios. E ainda contaram com vendas para mais de 30 países da América, Europa e Ásia.

Também organiza o Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba fundado em 2012 e hoje um dos principais festivais de cinema da América Latina.